Holding: Empresa criada com o principal objetivo de controlar uma ou demais empresas, normalmente sem atividades operacionais.

Nível 1 Governança Corporativa: é um segmento especial de listagem da BM&FBovespa desenvolvido com o objetivo de proporcionar um ambiente de negociação que estimule, ao mesmo tempo, o interesse dos investidores e a valorização das companhias.

Tag along: Direito que assegura aos acionistas minoritários a extensão das condições oferecidas aos acionistas controladores, no caso de venda do controle da companhia.

Juros sobre o Capital Próprio: corresponde à fração dos lucros de uma empresa que é distribuída aos seus acionistas de acordo com a sua participação no capital social. O montante mínimo dos lucros a serem distribuídos é fixado no Estatuto Social, é proposto pelo Conselho de Administração e aprovado pela Assembleia Geral.

São juros pagos ou creditados individualmente ao acionista, a título de remuneração do capital próprio, calculados sobre as contas do patrimônio líquido e limitados à variação pro rata dia, da TJLP. Para poderem ser distribuídos e serem dedutíveis da base de cálculo do Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido da empresa, é necessária a existências de lucros no período base do pagamento ou crédito, ou lucros acumulados e reserva de lucros de exercícios anteriores. Por determinação legal o JSCP pode substituir os dividendos.

Os juros sobre o capital próprio estão sujeitos à incidência do imposto de renda retido na fonte (IRF) à alíquota de 15%. Para a Pessoa Física é considerado como tributação definitiva (exclusiva de fonte), devendo ser lançado na linha 08, ficha Rendimentos Sujeitos a Tributação Exclusiva\Definitiva (DIPF 2011).

Dividendos: corresponde à fração dos lucros de uma empresa que é distribuída aos seus acionistas de acordo com a sua participação no capital social. O montante mínimo dos lucros a serem distribuídos é fixado no Estatuto Social, é proposto pelo Conselho de Administração e aprovado pela Assembleia Geral.

É calculado com base no lucro líquido e ajustado conforme determina a legislação vigente e é isento de tributação do IR na fonte e na declaração do beneficiário, devendo ser lançado na linha 05, da ficha de Rendimentos Isentos e Não Tributáveis (DIPF 2011).

Os dividendos distribuídos não são considerados despesas dedutíveis pra fins de cálculos do Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido das empresas, por se tratar de distribuição dos lucros, já tributados.

Pay-out: mostra o quanto (percentual) do lucro liquido ajustado da empresa é distribuído para os acionistas na forma de dividendos ou juros sobre o capital próprio.

Yield: é a relação entre o dividendo e/ou juros sobre o capital próprio pago por ação de uma empresa e o preço de mercado no final de determinado período dessa mesma ação. Quanto maior for o Dividend Yield, maior é o retorno do investimento realizado pelo acionista.

Bonificações: São emissões de novas ações de uma empresa em decorrência do aumento de seu capital, realizado por incorporação de reservas. Estas novas ações são distribuídas gratuitamente aos acionistas, na proporção da quantidade de ações que estes já possuem.